Cinco empresas de porte apresentaram propostas no processo de concessão de 108 relógios eletrônicos no Recife. A maior proposta foi apresentada pela Eletromídia, no valor de R$ 100 milhões, um ágio de 2.757% em relação ao valor mínimo estipulado no edital, de R$ 3,5 milhões.

 

 JOÃO ALBERTO