Pode ir preparando a sala de casa, a sandália de couro e o chapéu, que o repertório deste período junino fica por conta do cantor e compositor pernambucano Roberto Lins. Ele lança, na próxima quarta-feira (23), a partir das 19h, um EP com canções que reúnem o melhor do forró pé de serra, que promete agitar os amantes do ritmo tradicional nordestino.

O trabalho transita pelo o que há de melhor na música regional. Entre as cinco canções lançadas estão “Tempestade da Paixão”, considerada pelo artista como música destaque, que fala sobre a vida de um casal que viveu muitos anos de amor, mas que teve um ponto final; “A lua é testemunha”, Por que?”, “Fique mais um pouco” e “Amor imperfeito”. O EP estará disponível no site www.suamusica.com e em breve em todas as plataformas digitais.

Apontado como um dos mais expressivos músicos que mantém o legado poético-musical do eterno Rei do Baião, Luiz Gonzaga, Roberto Lins, que tem 23 anos de carreira, sempre acreditou na vocação universalista e atemporal do forró pé de serra. “É o forró tradicional, o forró legítimo, feito de sanfona, triângulo e zabumba, que é pra toda a família ouvir, é um símbolo do Nordeste e ajuda a manter viva nossa identidade. Tenho certeza que o público vai gostar muito das canções desse EP”, destaca o cantor, acrescentando que no próximo mês vai lançar um novo CD recheado de canções inéditas.

Roberto lançou seu primeiro trabalho autoral, chamado de “Lindo coração”, em 2005. Em 2006, foi a vez do seu segundo disco, “Forró apimentado”, que contou com uma série de músicas autorais. Desde então, o entusiasmo crescente pelas composições e o amadurecimento artístico o levaram a produzir sua terceira obra musical, “Pra ser feliz”, lançada em 2007. O repertório deste último trabalho conta com mais de 50% de músicas de sua autoria. “Forró de Verdade”, de 2008, é o nome do 4º trabalho de Roberto Lins. Usando e abusando do xote, xaxado e baião, o artista produziu um CD pra se dançar da primeira à última faixa. Na sequência, “Roberto Lins e Banda Flor de Croatá” (2009), “20 maiores sucessos” (2011), com músicas de Gonzagão, e “Solitário e sonhador” (2016).