Raquel Lyra destaca falta de políticas públicas de Segurança em Pernambuco e amplia o debate no Estado

Ações como o Plano Juntos pela Segurança, executado em Caruaru e com bons resultados, são citados como políticas para reduzir a violência

A pré-candidata ao governo do Estado, Raquel Lyra (PSDB), abordou em suas redes sociais, nesta segunda-feira (18), a falta de políticas públicas de segurança em Pernambuco, após a divulgação de dados que revelam o aumento no número de homicídios em todo o território pernambucano. Só de janeiro a março já foram 965 casos, um aumento de 16,5% em relação ao mesmo período de 2021, de acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS).

“Pernambuco, como divulgado pelos jornais do nosso Estado, figura entre os três estados mais violentos do Brasil, de onde mais morreu gente de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). É sobre isso que a gente precisa falar. Em Caruaru, a gente conseguiu reduzir, ao longo do tempo, em mais de 50% esses crimes, de 2017 para cá. Chegamos em 2017 com indicador de guerra civil em Caruaru”, escreveu Raquel.

Em Caruaru, foi implantado o Conselho de Segurança Cidadã dos Bairros e da Zona Rural (CONSEC), e que faz parte do Plano Municipal Juntos pela Segurança. “A gente conseguiu, numa ação concertada, sentar à mesa com todos aqueles que dialogam com a questão da repressão qualificada, mas, sobretudo, da prevenção à violência no nosso município, e conseguimos tirar Caruaru dessas páginas policiais”, destaca.

Com isso, a Capital do Agreste foi recebendo conquistas na segurança pública. Ainda de acordo com a tucana, Caruaru está servindo de referência para todo o Brasil. “A parceria com várias entidades foi fundamental para que a gente pudesse caminhar com estratégia definida e clara da redução da criminalidade do nosso território”, concluiu.

By King post

Deixe um comentário

Você pode gostar