Apoiadores do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram na manhã desta terça-feira (7) na Zona Sul do Recife. As manifestações, convocadas pelo presidente, tem uma pauta antidemocrática, com ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Congresso.

Um grupo saiu em caminhada pela Avenida Boa Viagem às 11h20, com faixas e cartazes. A concentração aconteceu em frente à Padaria Boa Viagem, por volta das 10h. A maioria dos manifestantes vestia verde e amarelo e alguns deles carregavam bandeiras do Brasil.

Outro grupo se concentrou desde as 10h na Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, também na Zona Sul do Recife, com motos e carros com bandeiras verdes e amarelas. A carreata saiu por volta das 10h50.

Houve aglomerações em Boa Viagem e muita gente sem utilizar a máscara, que, por lei, tem uso obrigatório em todo o estado. Trios elétricos também foram colocados na avenida e tocaram músicas de apoio ao governo federal, além do hino nacional.

Um grupo de apoiadores subiu em cima de um dos banheiros públicos localizado na Avenida Boa Viagem, levando bandeiras do Brasil. A organização pediu para que eles saíssem de cima do local.

Havia cartazes em defesa do voto impresso, cuja Proposta de Emenda à Constituição foi votada na Câmara dos Deputados, em Brasília, não atingiu os votos necessários e foi arquivada.

As faixas também traziam mensagens da pauta antidemocrática e inconstitucional, como a destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e intervenção militar, mensagens que eram repetidas pelas pessoas no trio-elétrico. Também houve a presença de pessoas com a bandeira do Império.

Em outro ponto da capital pernambucana, manifestantes realizam um ato contra o governo Bolsonaro, pedindo a saída do presidente.