A Câmara Municipal do Recife concedeu, na noite desta quarta-feira (30), o Título de Cidadão do Recife para dois nomes importantes do mundo jurídico do estado e Nordeste: o advogado Ricardo Sérvulo e o juiz Heriberto Carvalho Galvão, in memorian. As duas propostas, aprovadas por unanimidade na Casa José Mariano, foram de autoria do vereador Fabiano Ferraz (Avante).

Fabiano Ferraz enalteceu os dois novos cidadãos recifenses e falou da felicidade de propor o título a ambos. “Estou muito feliz de ter aprovado por unanimidade nesta Casa os dois títulos de cidadão que propomos. O juiz Heriberto Galvão era um homem sério, íntegro, que incansavelmente trabalhou pela justiça em Pernambuco e em Recife. Infelizmente, por problemas de saúde, não conseguimos entregar o seu título em mãos. Mas sua família está aqui hoje e recebe nossa homenagem. Já Ricardo tem fortes ligações com a nossa cidade e presta grandes serviços na área acadêmica, formando profissionais do Direito e palestrando na justiça recifense. É uma honra tê-los como novos filhos da cidade”, disse.

A cidadania recifense de Heriberto Carvalho Galvão foi entregue ao seu filho, Rodrigo Maia Galvão, e à sua esposa, Ana Elizabeth Galvão. O juiz faleceu em setembro deste ano. “Estamos muito emocionados de estarmos aqui recebendo esse título de cidadão para o meu pai. É uma homenagem da cidade do Recife a ele, que muito fez pela justiça em Pernambuco e aqui na capital”, afirmou Rodrigo. O magistrado era natural da cidade de Buíque, sertão de Pernambuco, e atuou nas comarcas de Limoeiro, Camaragibe, Paulista e, por último, Recife.

O segundo homenageado da noite foi o advogado e professor Ricardo Sérvulo, que é da Paraíba. Sua atuação acadêmica tem contribuído muito para a formação de estudantes do Direito e para a justiça pernambucana e recifense, e por isso, o título foi concedido a ele. Além disso, Sérvulo tem suas raízes fincadas em Recife através da família materna e seu bisavô foi um dos responsáveis pela construção do Parque Treze de Maio, no centro da cidade. “Precisamos perder a vergonha de ufanarmos a nossa cidade. E agora, com muito orgulho, eu faço parte dela. Recife, receba o meu carinho, gratidão e sentimento de pertencimento. Gratidão ao meu amigo Fabiano Ferraz pelo oferecimento deste título”, discursou.