Kerol Correia/Alepe

 

Durante entrevista à Rádio Jornal Caruaru, na manhã desta quinta-feira (06), o deputado estadual Clodoaldo Magalhães comentou sobre a celeuma que tem vivido dentro do PSB nos últimos dias. Ele afirma que só vai tomar alguma decisão sobre uma nova sigla, quando a direção do seu partido resolver se vai ou não lhe expulsar. Perguntado sobre o posicionamento do deputado federal e presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte, que negou a legenda para Clodoaldo, o primeiro secretário da Alepe retrucou: “nunca procurei esse rapaz”.

“Nunca fui convidado por ele, nunca procurei ele, não tenho relação com ele”, disse o deputado, que ainda complementou, acusando Dudu da Fonte de querer fazer média. “Nunca mandei interlocutores, não temos relação política, nunca pedi o partido PP para poder militar em município nenhum, então, ele tá querendo fazer média com alguém aí”, criticou.

Sobre a afirmação de que o PL estaria de portas abertas para receber Clodoaldo, dada por Anderson Ferreira no almoço de confraternização com a imprensa, na última semana de Dezembro, o parlamentar disse que só conversou com o prefeito do Jaboatão no dia seguinte do convite públic.

“Anderson Ferreira, nunca tinha me convidado, quando declarou aquilo à imprensa. No dia seguinte foi que ele me ligou e eu disse para ele: ‘rapaz, você me pegou de surpresa com esse convite público’, e eu disse para ele a mesma coisa, como eu venho conversando com partidos do meu campo, que é preciso primeiro encerrar essa novela do PSB”, disse o parlamentar.

Ele também falou sobre o convite feito pela prefeita Raquel Lyra, para integrar o PSDB, relembrando a situação bem semelhante a dele, enfrentada pela ex-socialista dentro do PSB.

“Raquel me convidou sim, mas eu disse a ela que estou primeiro esperando, aguardando a decisão do meu partido. Acho que essa construção que eu venho fazendo no PSB só vai ser interrompida se o PSB não tiver interesse nesse projeto. A minha relação com Raquel é muito fraterna. Quando ela passou por uma questão com o PSB, eu fiz um aparte na tribuna da Assembleia, me solidarizei com ela, que aquilo não tinha sido uma decisão correta do partido, era um equívoco. E tenho uma relação, tenho admiração pelo trabalho da prefeita, que é uma pessoa que vem caminhando Pernambuco, mas que ainda não declarou oficialmente o que vai fazer, porque ela tem compromisso aí, com Caruaru”, pontuou.

 

Do Blog Cenário