Foto: Divulgação / SEIC

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural, prorrogou, para o dia 15 de julho, a campanha de vacinação contra a febre aftosa. A ação disponibiliza, gratuitamente, mais de 3 mil doses para pequenos produtores rurais que possuam até 30 cabeças de gado.

Quem ainda não vacinou o rebanho, basta comparecer à sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural, que fica localizada na Rua José Rafael Cavalcanti, s/n°– Bloco C, no Bairro Pinheirópolis. O horário de atendimento vai das 7h às 13h, de segunda a sexta-feira. É necessário levar CPF, RG e repassar o endereço do local onde os animais deverão ser imunizados, além do quantitativo de doses a serem aplicadas.

Para garantir a imunização do rebanho, a Secretaria de Desenvolvimento Rural reforça que quem não vacinar ou declarar poderá ficar impedido de emitir a GTA (Guia de Trânsito Animal), de comercializar a carne no município, pagar multa, assim como não obterá a ficha sanitária que é obrigatória aos produtores rurais para a liberação de linha de crédito junto a instituições financeiras.

Sobre a febre aftosa

A febre aftosa ataca animais como bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, suínos e alguns animais silvestres, a exemplo da capivara. A manifestação da doença, além da febre, são aftas na boca, feridas entre as unhas, nas tetas, no úbere e no prepúcio dos touros, mas ocasiona também inflamação no coração do animal, capaz de levar à morte, principalmente de bezerros.

“Há pelo menos 20 anos que Caruaru não registra casos de febre aftosa e, para manter o município longe da doença, é de extrema importância o produtor rural vacinar os seus animais”, reforça o secretário de Desenvolvimento Rural de Caruaru, Bruno França.